Mais uma linda Ciranda está editada no ARTE E POESIA!!!

Agradeço a participação de todos os queridos poetas,
que discorreram sobre o tema maravilhosamente.
Meu carinho especial ao querido poeta José Geraldo Martinez,
que deu início a esta linda Ciranda , ao escrever
seu poema ..."Saudade..."

Para apreciação de todos amigos e poetas...eis a

CIRANDA SAUDADE...

PARABÉNS POETAS!!!


No final da página,retirem o Selo de Participação.


Com carinho....sempre!!!
Teka Nascimento.

 

 

01-José Geraldo Martinez
02-Teka Nascimento
03-Schyrlei Pinheiro
04-Zenaide Giovinazzo
05-José Ernesto Ferraresso
06-Ilze Soares
07-Neusa Mendonça
08-faffi/Silvia Giovato
09-Rose Mori
10-Fátima Abrantes
11-Beki Bassan
12-NAJA
13-Armando Sousa
14-Angelo Sansivieri
15-JaninhaMell
16-Muriel Elisa Távora Niess Pokk
17-Humberto Rodrigues Neto
18-Mercília Rodrigues
19-Antonia Nery Vanti (Vyrena)
20-Eri Paiva
21-Paulo Nunes Junior
22-Efigênia Coutinho
23-Ariovaldo Cavarzan
24-Paulo Silveira de Ávila
25-José Hamilton da Costa Brito
26-Regina Bertoccelli
27-Naidaterra
28-Lairton Trovão de Andrade
29-Rosângela do Valle Dias
30-Silsaboia
31-Ivete Tayar
32-Célia Lamounier de Araújo
33-Marina Bernal
34-Gilda Pinheiro de Campos
35-Ervin Figueiredo
36-Tarcísio Ribeiro Costa

01-SAUDADE...
José Geraldo Martinez

Ah! Como sou bestial!
Junto tanta saudade...
Talvez este mal,
se médico fosse, pudesse resolver...
Abriria o meu peito e arrancaria você!

Acontece que a cada dia
ela cresce mais...
E brota qual doença d'alma ferida!
Assim, luto bravamente em meus temporais,
nas lembranças casuais de nossa vida...

Desisto!
Entrego-me a ela
convalescente, moribundo...
E quando penso diminuída,
chega sempre crescida e torna-se
a maior do mundo!

24/5/2011
02-Ahh!! Saudade....
Teka Nascimento


Hoje a saudade aportou em meu coração
Lágrimas brotam nos meus olhos
Ahh! saudade de você...saudade da emoção
Saudade dos seus beijos.

Quanto amor sentimos...
Como a vida era colorida!
A alegria sempre nos invadia
Porque esse amor nos preenchia!

Hoje a saudade chegou de mansinho
Se instalou no vazio que você deixou...
Sinto ainda seu abraço...
Seu calor.....ouço sua voz
Sinto sua respiração.....

Mas sei que é a saudade..
Que me leva nas suas asas
Para perto de você....

Ahh saudade....não faça assim
Tira-me desse tormento....
Não chega mais perto de mim...

Quero lembrar desse amor
Como um premio na vida...
E não sentir mais essa dor...
Que faz-me chorar....perdida.
03-Onde anda a saudade
Schyrlei Pinheiro

Que distante de teus olhos,
Não posso ver
matando-me feliz
de sentir ao teu lado
tanto prazer
Hoje,tudo está tão vazio
que a sós a paixão
perdeu a beleza
e se cala, sem nada dizer.
Por amor, o calor de teu corpo
deveria aparecer e reacender
o fogo que arde e aquece
minha alma
e não deixa meu coração
te esquecer
No tempo, as horas, não passam,
não marcam ou cantam,
procurando em silencio,
onde está a saudade,
que sem saber,
levou pra mais perto
meu amor, por você
04-SAUDADE ATREVIDA
Zenaide Giovinazzo

Saudade invasiva,
indecente, atrevida,
que maltrata e castiga...

Saudade tola,
que judia sem pensar
querendo comigo acabar...

Saudade bandida,
chega sorrateira e cruel
transformando minha vida em fel...

Saudade, saudade!

Saia de dentro de mim
e leve consigo
este amor feroz e sem fim...

SP/26/05/2011
05-Doce Saudade
José Ernesto Ferraresso

Doce saudade do nosso amor,
naquela noite onde só a lua
com o brilho e cor argêntea,
era a nossa testemunha.

Sempre te amei,
de modo meio rústico.
Gostavas,
e me amavas.

Meu jeito de amar.
desgastou-nos.
Fez nosso amor um dia terminar,
e só a saudade restar.

Hoje,
eu te amo diferente.
Esqueci do passado,
para reviver
essa doce saudade presente.

Serra Negra
06-Saudade Dilacerante
Ilze Soares
Sento-me à vidraça
e olho a tarde morrendo...

Pensamentos fazem pirraça
só me aborrecendo.

Surgem,
somem,
tornam a aparecer...

Parecem criança perdida
na escuridão.

Solto a imaginação
e voo em perseguição
de uma pessoa querida,
de mim tão distante!

Ah, amor amante,
que saudade dilacerante
eu sinto de você!
07-Saudade Danada
Neusa Mendonça

Que chega devagarzinho
cala-se em meu peito
sentindo a falta de carinho
parece que não mais tem jeito

Essa bandida saudade
que dói e queima como fogo
tento me enganar, mas, a verdade
é que te amo como louca

vivo essa angustiante saudade
na esperança que volte para mim
meu coração não suporta tanta maldade
preciso nesta saudade por um fim

Eu te amo meu amor
Quero-te com loucura
volte e me ame com ternura
Quero sentir seu corpo, sentir seu calor...

Marília 26/05/20011
08-Saudade
faffi

Saudade, velha amiga e companheira,
te sinto por perto o tempo inteiro.
Não consigo por um minuto te deixar,
nem você, de mim se separar...

Saudade marota, estagiaria de mim.
Quem sabe um dia,
esse estágio chegue ao fim.
e a gente consegue se desligar.

Quando você partiu de repente,
essa saudade em mim se fez gente
e até hoje não consegue me deixar,
e nem eu consigo dela me separar.

Muito além do céu e das estrelas,
muito além do mar e dos rochedos.
Muito além dessa vida caprichosa,
essa saudade comigo vai estar.

Será que em outra vida,
a saudade vai ser assim tão insistente?
Será que eu vou ter a mesma sina,
ou te terei para sempre?

faffi/Silvia Giovato
26/05/2011
09-SAUDADE
Rose Mori

Saudade ...
Tantos sabores tem
este sentimento
que, às vezes,
enraiza na alma,
com tal intensidade,
que chega a doer,
chega a sufocar...
Saudade de um amor
que ficou no passado
que ainda se faz presente...
Saudade da chance
que se perdeu
de dizer alguma coisa,
de fazer alguma
que poderia ter mudado
o presente.
Eu,
sinto no peito saudade
de um tempo que se foi
mas que ficou suspenso
em meu pensamento.
Saudade de um tempo
em que eu era feliz
porque entendia menos
as coisas,
as pessoas,
os acontecimentos,
a vida em si.
Minha única preocupação
era desfrutar
tudo o que tinha
ao alcance das mãos.
Sinto saudade da infância,
que custava tanto a passar...
Saudade da mocidade,
que passou rápido demais.
Saudade de não poder voltar atrás
e refazer o que deu errado.
Mas do que adianta
falar nisso agora,
não é mesmo?
A vida está aí,
e não podemos deixá-la
passar por nós:
temos que pegar carona
para que a saudade,
amanhã,
nos visite como
uma brisa suave
que nos refrigere a alma;
que seja uma saudade
gostosa de se sentir
sem nenhum resquício
de arrependimento,
de mágoa,
ou de insatisfação.

23/08/2005
10-SAUDADE
Fátima Abrantes

Na saudade medida
Sem porto ou partida
Segundos transformam-se
em milênios...

Palavras em sussurros
Lembranças em marcos
Atalhos ferrenhos
do meu coração...

Teu rosto cansado
Tua tez morena
Teus olhos seguindo-me
ao anoitecer...

Na dança dos corpos
No sonho e paixão
No gosto silente
dessa união...

No mel dos teus lábios
No suor exalado
No teu gosto
de sedução...

Ai, saudade, que abrasa
Que dilata e fere
Meu peito doído
sem compaixão...
11-SAUDADES
Beki Bassan

Hoje minha alma acordou com saudades.
Este amor terno que sinto nas veias
está correndo todo o meu corpo rápido.

Que bom seria se ele estivesse comigo,
mas sei que em pensamento estamos juntos.
Acredito que este sentimento que ora lateja,
seja devido as festas Natalinas e de Ano Novo.

Este ano será o primeiro que não passaremos juntos,
mas quem sabe logo estaremos juntos novamente.
Um amor como o nosso não termina com a partida.

Ele é eterno e assim ficaremos nesta ou em outra dimensão.
Vou saber esperar pois de nada adianta qualquer sofrimento,
o importante é que sinto nossas almas hoje ainda juntas,
e depois certamente estaremos pertos um do outro.
12-Saudade
NAJA

Saudade que dói no meu peito
Dor que não tem jeito
Só de pensar em você.
Saudade...que triste viver
Acordar, dormir e sonhar
Pensando em você
Ah! Se eu pudesse te esquecer
Certamente sem tuas lembranças
Eu preferia morrer!...
13-Saudades
Por Armando Sousa

Mãe, saudades do tempo das maminhas
do tempo que me ensinavas a escrever no terreiro
do tempo da pobreza, me davas o que tinhas
dos repuchos que fazia do pau de sabugueiro
saudades das gaitas e do pião
dos carrinhos feitos da casca de pinheiro
saudades quando me regravas o pão
teu colo e regaço, mo davas por inteiro
saudades mãe. quando me agarrava a tua saia
ia contigo ao monte ingassar caruma
do tempo que sonhavas ver o mar; a praia
me deitavas no travesseiro de sumaauma
saudade mãe; da minha sacola
dos dias que me enviavas aprender
roto e remendade me fasias ir a escola
voltar e abraçar-te era meu prazer
saudade mãe eu sinto de ti
choro, mas mas não mais te poderei ver
mãe, saudades; nunca mais te vi
espera mãe; estou quase a chegar
depois nunca mais te vou deixar
14-Saudades
Angelo Sansivieri

Ai que saudades de você,
saudades que mata, chibata,
meus sentimentos de outrora,
de um tempo em somos felizes...

Ai que saudades das nossas travessuras,
sentávamos na escadaria do Cristo,
em noites enluaradas, sem frescuras,
dançávamos em céu aberto...

Lembra-se, daquele barzinho,
ele ficava meio escondido,
você meu amorzinho, beijava-me,
que pena, esse amor foi perdido...

Nossa mesa era repleta de amigos,
quando eu olho aquela foto,
meus olhos choram nesta emoção,
ai que saudades....

Depois de tantos anos,
estou aqui revivendo grandes momentos,
soluçando com o coração partido,
você ficou, e eu vim embora,
para nunca mais voltar...

Saudade, palavra triste,
um amor que ainda resiste,
dentro do meu peito,
e da minha alma...

Porque tem que ser assim,
um longe do outro, afastado
nesta saudade que não morre enfim,
alimentando um sonho acabado...
15-SAUDADE...OH SAUDADE
de JaninhaMell

Saudade de você
Que em meu peito se abrigou
Que sem eu perceber
Se foi, sozinha me deixou

Saudade... muita saudade
De ouvir uma palavra tua
Até da mentira enrustida
Numa ilusão seminua

Saudade, quanta saudade
De tudo o que não tive
Do que levaste contigo
Mas que comigo contive

Saudade, ai saudade!.
De ouvir tua voz rouca
Saudade da tua presença
Oh saudade que me deixa louca

Saudade... tanta saudade
Do que partindo levou
Mas que este coração
De teimosia tudo tatuou

Saudade... oh saudade
16-Ontem senti saudade
Muriel Elisa Távora Niess Pokk

Ontem senti saudade,
Saudade do teu amor,
Do teu amor sem maldade,
Tão cheio de calor.

Daquele modo suave,
Que me olhas enfim,
Resumindo o universo,
Todinho dentro de mim.

Dos botões de rosa
Ofertados com carinho
Para que suas pétalas
Atapetassem meu caminho

Da tua dedicação,
Que me deixava feliz.
Da sua imensa paixão,
Que tolamente não quis.

A lágrima ia cair,
Quando saudades senti...
De ti meu amor somente,
Para longe eu quis fugir
Mas a lágrima eu reprimi
Pensando só no presente.
17- FALAR EM SAUDADE
Humberto Rodrigues Neto

Sim, meu amor, depois de em teu poema
os olhos ter pousado ao me deitar,
eu senti n'alma aquela ânsia extrema
de que em meu leito viesses me abraçar!

O teu calor é tanto, e a cama é fria,
assim como gelada é a solidão
desta saudade que ora me angustia
ao ter-te longe do meu coração!

Se ainda há pouco nós nos escrevemos
falando da paixão que nos invade,
então, meu doce amor, por que é que temos
de suportar os dois tanta saudade?
18- A SAUDADE
Mercília Rodrigues

Saudade não é tristeza
e sim reviver encantos,
recriar os sonhos tantos
que sentimos, com certeza!
Saudade de dia ensolarado,
do primeiro namorado,
primeira flor recebida...
Beijos às escondidas!
Saudade da algaravia
das crianças em arrelia,
brigando pelo colo amado,
mão antiga de carícia.
Cozinha guardando segredos!
Delícias após folguedos ...
Nuvens mansas a desenhar,
num céu de azul sereno,
sonhos meninos a bailar
num mundo feito pequeno,
na saudade que se deixa ficar!
19-Saudade de ti
Antonia Nery Vanti (Vyrena)

Num certo dia,
num tempo incerto
desesperadamente
pensava em ti.
A saudade, baixinho,
cantarolando,
passeava por ali.
enlacei-a
e nela me consumi.
20-RECADO DE SAUDADE
Eri Paiva

Minha saudade continua aqui!
Faz tempo quero te dizer
Que de tudo que pudemos viver,
E do amor que foste em mim,
Meu coração tem saudades,
Muitas saudades de ti!

Dias há que invade-me o peito
Tão felizes lembranças de outrora...
Minh’alma, não tem outro jeito,
Toda envolta em nossa história,
Acarinha tua imagem querida
Derrama-se em saudade e... chora!

Lágrimas! Lágrimas de puro amor
Por alguém como tu, assim tão especial!
Meu coração, em tempo de eternidade,
Evoca e agradece toda a felicidade
Que em ti encontrou

Neste simples Recado de Saudade.

Natal/RN – Em 05. 03. 2011
21-Saudades... Saudades!
Paulo Nunes Junior

Queima meu peito e atormenta minh’alma,
Faz-me chorar lágrimas de dor,
das lembranças de um beijo de amor,
de um carinho que se foi.
A saudade vem...
e retira o brilho de meu sorriso,
coloca-me como seu escravo
arde num turbilhão de lágrimas
que se vão...ao encontro do nada...

Saudades de meu tempo de pequeno,
dos pequenos,
que comigo podiam livres brincar pelas praças,
saudades de meu pai sentado à beira da lareira
a querer jogar prosa fora na companhia de sua família.
Saudades da manta colocada nas noites de frio sobre mim
por minha mãe que agora se foi.
Saudades de um tempo
onde se tinha orgulho de nossos governantes,
Em que nossos esportes eram vividos por prazer e garra,
e não em troca de milhares de dólares.

Saudades dos amigos que nos visitavam
compartilhavam conosco de suas angústias
sem nenhum tipo de maldade,
Saudades de um tempo em que todos tinham trabalho,
as feiras lotadas, saudades do pastel,
que fazia às crianças esperarem pelo dia das compras nas feiras.
Saudades de um tempo onde existia o respeito
se casava por amor, somente por amor.
Saudades das coisas mais simples,
como poder andar livremente,
Saudades de sentar debaixo da árvore,
colher a fruta e degustá-la,
Saudades do médico de família.

Saudades do domingo no almoço com o padre,
Saudade do santinho que se ganhava,
Saudades do álbum de figurinhas,
Saudades da bolinha de gude,
da massinha, do quebra-cabeça...
Das festas de aniversário com crianças irradiantes,
em torno de bolos e docinhos,
feitos com carinho por suas mães.

Saudades dos profissionais que se dedicavam
com afinco em suas carreiras,
colocando sempre a ética antes da ganância.
Saudades das poesias feias em papéis de pão,
dos diários onde colocávamos
as coisas mais simples que sentíamos.

Ah essa saudade...
Que me faz lembrar dos meus amáveis animaizinhos
retirados sempre pela dolorosa separação da morte.
Agora aqui estou eu a falar contigo “saudade”:
- Não me faz mais sofrer, não me tire mais nada...
...pois neste novo tempo sobrou-me bem pouco!
22-SAUDADE
Efigênia Coutinho

Saudade acumula
ausência e presença
duma visão, hei de
guardar dentro do Peito.

Saudade que canta
encanta e não chora
Traz alegria,e quanta...
Enche a alma de euforia.

Uma ilusão, seja qual for
Sonho na Flor
um alivio encontrei!
Esparzindo Amor...

Saudade, cobri de versos
tua alma, teu corpo
pela voz do carinho.
quando eu te canto...

Balneário Camboriú
23-SAUDADE
Ariovaldo Cavarzan

Saudade de amor
é feito beira de abismo,
perigosa, escura e fria,
apertando o nó da dor.

Sonhos são gorjeios de aves,
musicando céu de emoção,
feito cinzéis bem suaves,
que modelam coração.

Não há instante na vida
mais cruel e arrasador,
que o de alma em precipício,
a ensaiar despedida,
plantando a saudade
mais doída.

15/09/2010
24-SAUDADES
Paulo Silveira de Ávila

Deste-me teu olhar,
no desejo de ouvir teus sonhos,
teu olhar quedou-se.
Deste-me teu sorriso
que acabou ficando preso
na magia do encantamento
de infinito sentir.
Deste-me teu coração,
teu coração apiedou-se.
Deste-me tua vida,
tua vida modificou-se.
Deste-me tudo com veemência,
afagos, carinhos, desejoso,
teu corpo frêmito de prazer.
Inclusive esta saudade.
25-Saudade
José Hamilton da Costa Brito

Não sei o porquê disso agora.
Não era bem o qu’eu queria.
Aqui, sozinho na madrugada
Sem tevê, computador...sem nada.
Bateu a saudade da vida que tive.
Lembrei da casinha dos meus pais
No meio da linda roça de algodão.
Tardezinha, pescaria no ribeirão.
Belo bagre, cascudo e mandi
Deus, não tem nada disso aqui,
Em pêlo, no cavalo que o pai me deu
Mandava beijos pra menina Maria
Maria, onde andará você?
Recordo do pai, nas madrugadas
com as suas peias, indo ao curral
E com seu radinho de pilhas ligado
Compunha com os sons da natureza
Um mais que lindo e perfeito coral.
Ah! Senhor, onde andarão as peias
Aquelas que me prendiam por ali.
Indo em busca do meu estudo
Perdi casa, radinho, ribeirão, cavalo
Deus do céu, que diabo, perdi tudo...
Agora é soledade,sodade, é saudade
Pode chamar do nome que quiser.
Valeu a pena ter me tornado doutor?
Agora, mergulhado em melancolia
e tendo a solidão como única amiga...
Por falar em saudade: cadê você,Maria
26-ABRAÇADA COM A SAUDADE
Regina Bertoccelli

Adormeci abraçada com a saudade,
vestida com as cores do passado.
Com a alma em liberdade,
sonhei com o meu amado.

Meu coração está apaixonado,
esta é minha realidade.
Adormeci abraçada com a saudade,
vestida com as cores do passado.

Por instantes vivi a felicidade
de ter meu desejo realizado.
Despertei feliz, é verdade,
meu coração está consolado.
Adormeci abraçada com a saudade...
27-SAUDADE DOÍDA
Naidaterra

E o tempo passa indiferente
ao meu sentir, não há um só dia
que meu coração repouse...
Não consigo deter as batidas
desta infinita saudade que me açoita
dia e noite...
O tempo tem uma missão,
que posso entender por um ciclo
de fortalecimento, uma vareta
hoje, será uma linda árvore amanhã
e as uvas verdes no tempo certo,
se tornarão tenras...
Mas falha o tempo com o meu
coração, deixa-o frágil, perdido
em lamentos... saudoso...
Saudade que dói dentro do peito,
não tem jeito, não acalma,
aumenta com o passar do
tempo...
28-SAUDADE
Lairton Trovão de Andrade

Que saudade sinto agora,
vivendo aqui tão distante.
Minh´alma soluça e chora
por querer-te a todo instante.

Vem, ó sonho do meu sonho,
ao paraíso do amor!
Alegrias te proponho,
sem sombra alguma de dor.

Por favor, rega esta planta,
não com azedo vinagre!
Sejas, então, minha santa
para fazer-me um milagre!

Reflita bem neste amor,
não penses em discrepância!
Para mim, és linda flor,
espargindo-me fragrância.

O que mais posso te dar?
Dize-me, sim, ó querida!
Dou-te a terra, o céu e o mar?...
Ou te basta a minha vida?

Que saudade sinto agora,
vivendo aqui tão distante.
Minh´alma soluça e chora
por querer-te a todo instante.
29- SAUDADE INFINDA
Rosângela do Valle Dias

Um hino ao amor, agora, eu canto.
Que silêncio amante é este que
minh'alma saudosa,
no entanto,
contesta?
Onde estás?
Ah , vazio de pranto!
Quem dera eu pudesse despir-me da saudade!
Quem dera eu pudesse sufocar a tua ausência,
transformar em migalhas a minha querência...

BH/MG
04/janeiro/2009

Poemeto da série "Pedaços de Mim".
30-Saudade
Silsaboia

Se eu pudesse esquecer essa saudade que me domina.
Se eu pudesse respirar como um corpo que se anima.
Mas levaram minha alma e não posso te tocar.
Estou cega mesmo vendo,pois não posso te olhar.

Se tu soubesse das noites imensas sem você.
Do sol indiferente nascendo dia a dia
Sem minha dor perceber.
Pois se o sol sentisse a saudade de um amor
Talvez nascesse sem brilho,encabulado espectador!!
31-Saudades...
Ivete Tayar

Perdi-te para a vida e só
Restou-me sentir saudades...
Dos momentos carinhosos

Dos teus aromas gostosos,
Do teu jeito de me acariciar,
De me beijar, abraçar, aguçar...

O entrelaçar dos corpos e
Dois corações a se amar!

SP, 28/05/2011
32-S O L E D A D
Célia Lamounier de Araújo

Esta soledad que de mansito
el alma encende y entra a llorar...
viene de usted, viene del pasado
de otras viajes, de aquella morada
cerca del mar
Es bueno llorar...

El llorar caliente barre la tristeza
alumbra la ilusión, asombra el estertor
y queda usted, queda el pasado,
muchas viajes y aquella morada
cerca del mar

Mientras después...
queda una pulcra alegria
y en la bagage de la soledad
un nuevo gusto sobre
los pocos instantes...
de felicidad!
33-SAUDADE
Marina Bernal

E por falar em saudade
Aqui estou outra vez
Prá falar dos meus sonhos
da primeira vez
Quando a gente se olhava
Quando a gente se amava
Sem perguntar por que

E você mora na beira
Da minha lembrança
Rondando de noite
Na manhã faceira
E na tarde na praia
Me despe e me veste
O mar da tua paixão

Hoje eu quero você aqui mesmo
Seu toque, seu dengo, seu beijo e seu ser
Me suando as cadeiras
Molhando as ladeiras
Eu amando você


28/05/2011
Brasil / España
34-SAUDADE...
*Gilda Pinheiro de Campos*

Meu Deus....
A saudade é tanta
que meu coração dói...
E sinto medo...

Vejo o tempo implacável passando
a distancia aumentando
Eu aqui chorando...

Você frio , sem dizer nada...
Até o TE AMO, não chega mais...
Olho a telinha na
vã esperança de te encontrar...

Os dias passam longos, conto as horas...
E espero sempre por notícias,
um sinal que voltas...
Que tortura!!!

Será que sentes o mesmo???
E se sentes, por que não vens???
Uma carta, um telefonema...
Um CD com tua voz aliviaria
um pouco essa saudade...

Mais um final de semana...
Dias que se arrastam tão longos...
Olho o céu, o Cristo de braços abertos.

E oro...muito,
peço perdão por essa loucura
de te amar tanto....tanto...
Sei que me amas...consolo...
Estou só...muito só...
35-SAUDADE
Ervin Figueiredo

Um sentimento que traduz dor,
Afeição interrompida, castigo...
Vida vazia, sem nenhum valor
No caminho poeirento que sigo.

Memória apagada do bem vivido,
Do viço que faz toda vida brotar.
Sentimento que morre, peito sofrido
Lágrima ardida caindo do olhar...

Lembrança tão doce, a alma sorri,
Na boca o gosto dos dias passados,
Que jazem sem cor, pelo que morri...

Suspiro profundo, marcando dobrado
Não sai do lugar, chão que corri
Cheio de saudade, sigo carregado !
36-Inauditas Saudades
Tarcísio Ribeiro Costa

Nada de sofismas ou versos de efeito.
Eu sinto mesmo muita saudade...

É uma saudade que parece sem sentido
Mas tem sentido, sim!
É aquela saudade que entristece,
Saudade de mim criança...

Sinto, também, saudade de momentos
Que ficaram nos tempos de mim criança...
Parece loucura essa idéia fixa,
De não conseguir alijar da minha mente,
Esses momentos...

São momentos que podem parecer remotos,
E sem sentido...
Eles significam o teatro da vida de mim criança,
Peça que interpretei e senti felicidade
No teatro singelo do amor e da simplicidade
A peça da minha vida de criança,
O palco era o interior
Onde nasci e vivi no calor maternal...

Lá, eu criança tomava banho de rio,
Gritava entre cambalhotas e gargalhadas
E ficava a deslizar nas corredeiras
Sem hora para parar...

Lembro de velhas mangueiras
Do caminho do rio...

Isso é o que me faz sofrer
Que eu chamo de saudade inaudita.

 

Esta página, composta por texto e arte gráfica,
é protegida pela Lei de Direito Autorais -
LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998,
e pelos tratados e convenções internacionais.

 

Click na imagem e faça o download do Selo de Participação

L.Pta. 29/05/2011

 

 

 

Deixe seu recadinho....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Webmaster e designer  Teka Nascimento
Copyriht© Teka Nascimento - 2011
Lençois Paulista-SP- BR
Todos os direitos reservados®